Quarta agitada

30/04/2009

Dia 29 de abril marcou diversos fatos relevantes no mundo da bola. A seguir, alguns deles em forma de drops:

Batalha em Santiago: O Palmeiras venceu o Colo-Colo por 1 a 0 no Estádio Monumental com um jogador a menos e com gol aos 42 minutos do segundo tempo. Tá bom ou quer mais? A partida foi uma verdadeira epopeia verde, já que o Verdão precisava da vitória para se classificar e garantir os cinco representantes brasileiros nas oitavas-de-final da competição continental. Luxemburgo promoveu duas surpreendentes modificações no time titular ao colocar Wendel na lateral-direita e o jovem Souza ao lado de Pierre na proteção à zaga. Elas surtiram efeito e o primeiro tempo foi bem administrado pela equipe paulistana, que assustou os chilenos com dois chutes de Keirrison na trave e foi beneficiada pela lesão de Macnelly Torres logo aos 15 minutos. No intervalo, Luxa substituiu — precipitadamente — Wendel por Willians. O camisa 8 — há mais de um mês fora de combate devido a uma contusão — sentiu a falta de ritmo de jogo e foi praticamente nulo em campo. Aos 18, Marcão foi expulso e o jogo abriu de vez. Muitas chances para os dois lados, até que Cleiton Xavier arriscou da intermediária e acertou o ângulo do goleiro Muñoz com um pombo sem asa indefensável. Golaço e classificação heroica. Agora é esperar pelo adversário nas oitavas-de-final.

Que fase! Até quando perde, o Corinthians festeja. Mesmo tendo a invencibilidade de 25 jogos quebrada pelo Atlético-PR ao ser derrotado por 3 a 2 na Arena da Baixada, pela primeira perna das oitavas-de-final da Copa do Brasil, o alvinegro tem muitos motivos para comemorar devido às circunstâncias da partida. Depois de tomar um vareio do Furacão no primeiro tempo e levar o terceiro gol no comecinho da segunda etapa, o Corinthians reagiu e marcou dois importantíssimos gols com Cristian, aos 41, e Dentinho, aos 47. Os paulistas ainda desperdiçaram pênalti — muito mal marcado pelo pernambucano Nielson Dias — com Chicão. Os atuais campeões da Série B se classificam com vitória simples no jogo da semana que vem, no Pacaembu. A má notícia fica por conta da pancada sofrida nos arcos costais de Ronaldo — a possibilidade de fratura na costela já foi descartada pelos médicos corintianos –, que corre o risco de não jogar domingo contra o Santos pela decisão do Campeonato Paulista.

Irresistível Colorado: O Internacional venceu e convenceu mais uma vez na noite desta quarta. A vítima da vez foi o Náutico, que sucumbiu por 3 a 0 em pleno Estádio dos Aflitos, também pelas oitavas da Copa do Brasil. Nilmar, Taison e Marcelo Cordeiro marcaram os gols vermelhos. Surpreende a intensidade e a capacidade técnica e tática do time comandado por Tite, principalmente nos últimos jogos. Está certo que os adversários — Caxias (8 x 1), Guarani (5 x 0) e agora Náutico — não servem como um parâmetro totalmente confiável, mas a qualidade do futebol do Inter é tão alta que o rótulo de favorito à conquista do Brasileirão 2009 é mais que merecido. Pena é a notícia de que Nilmar provavelmente deixará o Beira-Rio na janela de transferências do meio do ano. Uma oferta de US$ 20 milhões por parte do italiano Palermo já teria inclusive sido aceita pelos dirigentes colorados.

Insatisfeito: “É quase seguro que eu vá embora”, frase de Carlitos Tevez em entrevista concedida ao repórter João Castelo Branco, da Espn Brasil, na zona mista após o jogo em que o Manchester United venceu o Arsenal por 1 a 0 pelas semifinais da Champions League 08/09. Buscando a titularidade absoluta — algo muito raro em se tratando de futebol europeu –, o argentino não está contente com sua situação no United, tendo que participar do rodízio promovido por Sir Alex Ferguson. Disposto a deixar o Old Trafford ao final da temporada, Tevez diz ter propostas de vários clubes europeus. As especulações dão conta de que o Real Madrid é o principal interessado.

Anúncios

Homem de confiança

20/03/2009
sao-paulo501Polivalente Zé Luís renova seu contrato com o São Paulo até 2011. Reflexo da importância e confiança que o jogador adquiriu junto a Muricy, direção e torcida mesmo depois de início difícil.

O São Paulo anunciou nesta sexta, por meio de seu site oficial, a renovação do contrato do volante/lateral Zé Luís até dezembro de 2011. O antigo vínculo venceria no meio deste ano. No São Paulo há mais de um ano e meio, o camisa 23 do Tricolor chegou ao Morumbi em julho de 2007 e teve que lidar com uma série de dificuldades. Vindo do japonês Verdy Tokyo e com um contrato de apenas seis meses, Zé Luís encarou a difícil missão de, aos 28 anos, se firmar em sua – provável – última oportunidade em um grande clube do Brasil – já havia passado pelo Atlético/MG em 2004.

Muitos autógrafos mais pela frente
Muito mais autógrafos pela frente

Para piorar a situação, depois de alguns jogos bons pelo time bicampeão brasileiro em 2007, o volante sofreu grave contusão na coluna em jogo contra o Flamengo, no Maracanã, e acabou afastado do resto da temporada. No entanto, o jogador foi muito importante nos bastidores daquela conquista,  grande diferencial para que a diretoria renovasse com ele pela primeira vez.

Homem de confiança de Muricy Ramalho e com prestígio junto ao elenco, o Zé da Raça – como é chamado pela torcida – tem, agora, mais duas temporadas e meia para demonstar seu futebol versátil e de muita força e, talvez, encerrar a carreira no clube que lhe deu uma segunda chance, atitude rara no atual futebol brasileiro.


Bombas de último minuto

03/02/2009

Que crise, que nada! Sendo hoje a data limite para transferências em muitos países europeus, três contratações de grande repercussão e uma série de outros negócios são anunciados no finzinho de uma janela que prometia ser tranquila.

Quaresma no Chelsea. Agora vai?

Quaresma no Chelsea. Agora vai?

Ricardo Quaresma foi emprestado pela Inter ao Chelsea até o final da atual temporada. Especula-se nos bastidores que os Blues deram um chapéu de última hora no vizinho londrino Tottenham, que tinha quase tudo acertado com o ponteiro. Valores, no entanto, não foram divulgados. Contratado pelo clube nerazzurri junto ao Porto por € 18,6  milhões em setembro de 2008, o “Cigano” – como é chamado em Portugal – não mostrou a que veio. Marcou apenas um gol em 12 jogos e foi preterido por José Mourinho – junto com o também (até agora) decepcionante Mancini – pelos antes esquecidos centroavantes argentinos Julio Cruz e Crespo, além de ter sido eleito o pior jogador do Calcio em enquete realizada em dezembro por um site italiano. Quaresma é o sexto português do elenco do Chelsea e chega com a missão de substituir o machucado Joe Cole.

De volta aos braços da galera

De volta aos braços da galera

Sem Quaresma, o Tottenham foi atrás de um velho conhecido da torcida e comprou Robbie Keane de volta do Liverpool. Vendido em julho de 2008 aos Reds por incríveis £ 20 milhões, o irlandês regressa a White Hart Lane por £ 5 milhões a menos e por um período de tempo ainda não informado. Talvez a transferência mais bombástica desta janela de inverno do futebol inglês, a saída de Keane do Liverpool parecia improvável justamente quando o atacante – que marcou sete gols em 28 jogos – começava a se adaptar ao pentacampeão europeu e parecia ter o apoio do técnico Rafa Benítez, que fez declarações ríspidas em relação a um possível negócio do ex-camisa 7 de seu time com o clube do norte de Londres. A aquisição de Keane completa a trinca de “recontratações” de jogadores que haviam deixado os Spurs no começo da temporada 08-09. Os outros dois são o lateral-direito francês Pascal Chimbonda, que voltou do Sunderland e o ídolo Jermain Defoe, que era do Portsmouth.

'Calma, Fabregas. Cheguei!'

'Calma, Fabregas. Cheguei!'

Esta ainda não está oficialmente confirmada, mas tudo leva a crer que o Arsenal acertou a contratação de Andrey Arshavin até 2012 junto ao Zenit por £ 12 milhões. O meio-campista de 27 anos, que despontou – tarde – para o cenário mundial durante a surpreendente campanha da Rússia na Euro 2008 e que só havia vestido as cores azul e branca do time de São Petesburgo em toda sua carreira – acumula 238 partidas e 51 gols -, terá agora a chance de se destacar na prestigiada Premier League. Dono de privilegiado controle de bola e aguçada visão de jogo, tudo indica que Shava será uma grande aquisição ao time do Arsenal, na medida em que aliviará a carregada responsabilidade de criação de Fabregas e será uma opção mais confiável que o sempre contundido Rosicky e os ainda jovens Nasri e Walcott. Arshavin deverá usar a camisa 23 dos Gunners.

Em forma de ‘curtas’, mais algumas transferências do agitado fim de janela do mercado de inverno:

* O brasileiro foi emprestado pelo Manchester City ao Everton pelos próximos quatro meses. Sem muito espaço nos Citizens, o ex-corintiano chega ao Everton para suprir a falta de atacantes, já que Yakubu e Saha – principais avantes do elenco – estão seriamente lesionados. Jô usará a camisa 11.

* O experiente goleiro Shay Given, 32 anos, foi vendido ao Manchester City pelo Newcastle por £ 8 milhões (valor não confirmado oficialmente). O irlandês, um dos melhores arqueiros do Campeonato Inglês, fechou um contrato de quatro anos e meio e chega ao novo clube, aparentemente, para encerrar os rumores de que o xeique Mansour iria atrás de Gianluigi Buffon na próxima janela de transferências.

* O Bayern de Munique fechou a contratação de Anatoliy Tymoshchuk junto ao Zenit por € 11 milhões. O volante ucraniano se destacou na Copa do Mundo de 2006 e foi o capitão do time de São Petesburgo na conquista da última Copa da Uefa. Muito bom marcador e com uma saída de bola razoável, é uma boa opção para revezar com Van Bommel na proteção à zaga do time de Jürgen Klinsmann.

* Ricardo Oliveira está de volta ao Betis para uma segunda passagem pelo alviverde de Sevilha, clube que defendeu entre 2004 e 2006. Buscando reencontrar o ótimo futebol dos tempos de Portuguesa, São Paulo e do começo no próprio Betis – perdido no Milan e no Zaragoza, onde caiu para a segunda divisão ao lado de ‘medalhões’ como D’Alessandro e Aimar -, o atacante chega ao seu velho novo clube com a expectativa de já vestir oficialmente a camisa 17 no clássico contra o Sevilla, no sábado. O brasileiro foi comprado junto ao Zaragoza por € 9 milhões e assinou contrato até 2013. 

* Olivier Dacourt, volante francês de 34 anos da Internazionale, foi emprestado ao Fulham até o dia 30 de junho.

* O meio-campista Julien Faubert, do West Ham, foi emprestado ao Real Madrid até o final da temporada por € 1,5 milhão. A opção de compra ao final do contrato custaria mais € 6 milhões aos cofres merengues. O francês – muito questionado pelo diretor esportivo Predrag Mijatovic, descontente com a contratação – usará a camisa 18, que era do afastado Rubén De la Red.

* Jacek Krzynowek, meio-campista polonês de 32 anos, foi vendido do Wolfsburg ao Hannover por valores não divulgados. O ex-capitão do Bayer Leverkusen assinou um contrato de um ano e meio com seu novo clube.

* O Atlético de Madrid demitiu o técnico Javier Aguirre. O mexicano, que comandou os Colchoneros por quase três anos, não resistiu a uma série de cinco jogos sem vitórias – dois empates e três derrotas. Seu substituto já foi definido: é o espanhol Abel Resino.


Idas e vindas de fim de janela

28/01/2009

Começo de fevereiro é o período limite para transferências no futebol europeu. Com o tempo acabando, as especulações aumentam.

Trocando de camisa?

Trocando de camisa?

* Agger esquecido: O defensor dinamarquês reclama da falta de interesse da diretoria do Liverpool em discutir a renovação de seu contrato, que se encerra em junho. A primeira e última oferta por parte dos Reds – rejeitada por Agger – foi feita há quase três meses. Desde então, nem sinal de fumaça para informar o zagueiro, que está preocupado:  “Eu não ouço falar de renovação desde o início de novembro. Para ser honesto, não há razão para eu ser otimista. Não tenho a mínima idéia se eles querem fazer um novo contrato comigo”. O Milan, que, especula-se, já teria feito uma proposta – recusada pelo Liverpool – de € 8 milhões no começo da janela, surge como principal interessado no dinamarquês de 24 anos, peça que seria fundamental no “rejuvenescimento” da zaga rossonera ao lado de Thiago Silva.

* Rumo à Inglaterra? Fred está oficialmente liberado pelo Lyon para procurar um novo clube. Como já frustrou os interesses de Palmeiras e Fluminense ao declarar não querer voltar ao Brasil, o centroavante pode estar de malas prontas para o futebol inglês. O destino mais provável, segundo o Daily Mail, é o Tottenham – atual 16º colocado da Premier League pelos critérios de desempate, já que está empatado em pontos na lanterna com mais quatro times. Os Spurs emprestariam o mexicano ex-futuro super-craque do Barcelona, Giovanni dos Santos – fortíssimo candidato a “eterna promessa” – em troca da liberação imediata de Fred, que tem contrato com seu atual clube até o meio do ano. Outros interessados no brasileiro, de acordo com o periódico britânico, são o Everton e o Stoke City.

"Humpf... Não quero mais brincar"

"Humpf... Não quero mais brincar"

* Sem ambiente: Christian Panucci, ídolo da Roma, pode estar de saída do clube da capital italiana. Barrado do elenco e brigado com o técnico Luciano Spalletti por se recusar a incorporar o banco de reservas nos jogos contra Napoli no último domingo – 3 a 0 Roma – e Palermo nesta quarta, o lateral-direito explodiu uma crise interna na Giallorossa. Sobre os recentes acontecimentos e evidenciando o ambiente completamente desfavorável à permanência do jogador de 35 anos, o diretor esportivo Daniele Prade declarou, por meio de um comunicado, que o comportamento do jogador foi “contrário aos valores da equipe” e “desrespeitoso a companheiros, clube, treinador e torcida”. O provável destino de Panucci é o futebol francês.

* The Puma? O Portsmouth está muito perto de contratar o experiente volante Emerson, do Milan. Pelo menos é o que garante o site Goal.com. O rubro-negro de Milão vê nesta a última oportunidade de lucrar com o veterano meio-campista titular da Seleção Brasileira na Copa de 2006. O Puma – como é conhecido na Itália – deve ser vendido por qualquer valor perto de € 1,5 milhão.


Fanfarrão

16/01/2009

flamengo503

Zé Roberto é apresentado no Flamengo e fala em ir à Copa de 2010. Menos, meu caro, bem menos…

O meio-campista Zé Roberto, ex-Botafogo e Schalke 04, foi apresentado hoje na Granja Comary, em Teresópois, local em que o Flamengo realiza sua pré-temporada. Novo dono da camisa 10 e controversa esperança de um novo “maestro” da Gávea, o jogador, quando perguntado qual seria seu principal objetivo para o futuro, soltou a seguinte pérola: fazer parte do elenco brasileiro na Copa da África do Sul, em 2010.

"Eu vou à Copa." Do Brasil, né?

"Eu vou à Copa." Do Brasil, né?

“Eu vou à Copa. É o grande projeto que eu tenho e o objetivo pode ser alcançado, só depende de mim. Esse será o meu grande ano.”

Rindo para não chorar, segue uma série de motivos para classificar tal declaração como pérola:

Zé Roberto, com 28 anos completados em dezembro, despontou para o futebol no Botafogo apenas em 2005, aos 24. Ou seja, longe de ser algum tipo de fenômeno ou craque.

Durante sua passagem pelo alvinegro teve apenas alguns lampejos de ótimo jogador e revezou-se entre bom jogador e jogador comum, chegando a ser afastado por indisciplina em 2007.

Em suas duas experiências na Europa – Benfica em 2001, onde nem sequer atuou, e Schalke em 2008 – ficou longe de mostrar a que veio, marcando apenas um gol em três míseros jogos.

No próprio elenco do Flamengo há opções, a meu ver, mais interessantes que um jogador que não tem uma sequência de jogos há mais de um ano. Em um meio-campo que conta com jogadores como o promissor Aírton, o habilidoso – porém também indisciplinado – Jônatas, o campeão mundial Kléberson e o excelente Ibson – isso sem falar em Marcelinho Paraíba, que também pode jogar por ali – não vejo muito espaço para Zé Roberto no time titular.

Portanto, Zé Roberto, trate de jogar mais e falar – bem – menos. Pra já, aliás.


Bom para todos

16/01/2009

santos5031internacional5021

As iminentes e entrelaçadas transferências de Léo para o Santos e Kléber para o Inter são o típico exemplo de um negócio proveitoso para todas as partes

De volta para encerrar a carreira

De volta para encerrar a carreira

Léo rescindiu com o Benfica e só falta assinar o contrato para ser anunciado oficialmente pelo Santos enquanto Kléber já foi comprado pelo Grupo Sonda por R$ 5 milhões e muito provavelmente será repassado ao Internacional, clube com o qual os investidores detêm ótimas relações.

Excelente negócio para o Santos, que recebeu uma bela grana e “se livrou” de um jogador que, mesmo sendo de seleção, há muito já se mostrava desmotivado depois de três anos no clube.

Excelente negócio para Léo, que após três temporadas dignas em Portugal, volta para o clube no qual se sente em casa para, aos 33 anos, encerrar a carreira com tranquilidade

Injeção de ânimo ao respirar novos ares

Injeção de ânimo ao respirar novos ares

Excelente negócio para Kléber, que deverá ter uma injeção de ânimo num elenco de altíssima qualidade e voltar a exibir seu futebol de refinados cruzamento e visão de jogo demonstrado na sua época de Corinthians e no início no Santos.

Excelente negócio também para o Inter, que não teve que desembolsar um tostão e viu sua carência da última temporada na lateral-esquerda – quando só contava com o originalmente zagueiro Marcão e o sempre desconfiável Gustavo Nery – resolvida com as chegadas do excelente Kléber e do voluntarioso Marcelo Cordeiro.

Falando no Colorado, o capitão e ídolo Edinho deve ter sua ida ao Lecce concretizada amanhã e deverá viajar para a Itália na terça-feira.