Fanfarrão

16/01/2009

flamengo503

Zé Roberto é apresentado no Flamengo e fala em ir à Copa de 2010. Menos, meu caro, bem menos…

O meio-campista Zé Roberto, ex-Botafogo e Schalke 04, foi apresentado hoje na Granja Comary, em Teresópois, local em que o Flamengo realiza sua pré-temporada. Novo dono da camisa 10 e controversa esperança de um novo “maestro” da Gávea, o jogador, quando perguntado qual seria seu principal objetivo para o futuro, soltou a seguinte pérola: fazer parte do elenco brasileiro na Copa da África do Sul, em 2010.

"Eu vou à Copa." Do Brasil, né?

"Eu vou à Copa." Do Brasil, né?

“Eu vou à Copa. É o grande projeto que eu tenho e o objetivo pode ser alcançado, só depende de mim. Esse será o meu grande ano.”

Rindo para não chorar, segue uma série de motivos para classificar tal declaração como pérola:

Zé Roberto, com 28 anos completados em dezembro, despontou para o futebol no Botafogo apenas em 2005, aos 24. Ou seja, longe de ser algum tipo de fenômeno ou craque.

Durante sua passagem pelo alvinegro teve apenas alguns lampejos de ótimo jogador e revezou-se entre bom jogador e jogador comum, chegando a ser afastado por indisciplina em 2007.

Em suas duas experiências na Europa – Benfica em 2001, onde nem sequer atuou, e Schalke em 2008 – ficou longe de mostrar a que veio, marcando apenas um gol em três míseros jogos.

No próprio elenco do Flamengo há opções, a meu ver, mais interessantes que um jogador que não tem uma sequência de jogos há mais de um ano. Em um meio-campo que conta com jogadores como o promissor Aírton, o habilidoso – porém também indisciplinado – Jônatas, o campeão mundial Kléberson e o excelente Ibson – isso sem falar em Marcelinho Paraíba, que também pode jogar por ali – não vejo muito espaço para Zé Roberto no time titular.

Portanto, Zé Roberto, trate de jogar mais e falar – bem – menos. Pra já, aliás.